• TELEVENDAS: (31) 3224-0643

Abadia dos Beneditinos, A

Mais Imagens

Abadia dos Beneditinos, A
R$55,00
R$49,50 à vista no depósito

A Abadia dos Beneditinos - Wera Krijanowsky + John Wilmot Rochester

Estimativa de envio

Insira o seu destino para obter uma estimativa de envio.

Descrição

Detalhes

Formato:  14 x 21
Páginas: 360
Cod. De Barra:  9788576181507
Peso:  0.415 kg

Europa, século XIII. Macabras tramas ocorrem na Abadia dos Beneditinos, ordem religiosa imaginada pelo vulgo como um santuário de púdicos poderes e de orações, onde era prescrito para os monges uma vida de pobreza, castidade e obediência. Mas o que iremos testemunhar nesta obra é um outro panorama de torpes ilusões, em que vinganças e perseguições parecem ultrapassar o limite da vida física. Em meio a um ambiente de medo e superstição medievais, vemos brotar as mais sinistras atividades do plano extrafísico inferior por meio de invocações, aparições e obsessões, interpretadas à época por feitiçaria e rituais demoníacos. Por entre as sólidas paredes do rígido mosteiro dá-se então início a conspiração de uma organização secreta, revelando o contraste entre a aparente mansuetude cristã e as criminosas ações de seus habitantes. 
Narrado sob forma de confissão por Sanctus, monge beneditino, por conde de Mauffen (encarnação do temível imperador romano Tibério) e por Rabenau (conde que retornaria mais tarde como John Wilmot), o enredo foi ditado pelo próprio conde de Rochester à médium Vera Kryzhanovskaia, no ano de 1884, que o compilou fielmente, demonstrando que a ascensão espiritual é fruto de muito esforço no exercício do burilamento de nossas imperfeições, através de inúmeras existências, em que as tentações são causas constantes de quedas espirituais. Ao fim, resta-nos os patentes exemplos dos imperecíveis laços da reencarnação, do resgate de ódios pretéritos que enfatizam a necessidade do perdão como profilaxia mais ativa à elevação do ser humano na escala da perfeição.
Ler Rochester é como adentrar um mundo místico particular, onde a fantasia se mescla à realidade, demonstrando que mais do que se sabe é o que ainda se está por descobrir.

Informação Adicional
Autor
WERA KRIJANOWSKY | JOHN WILMOT ROCHESTER
Editora
CONHECIMENTO
Assunto
Romance
Descrição

Formato:  14 x 21
Páginas: 360
Cod. De Barra:  9788576181507
Peso:  0.415 kg

Europa, século XIII. Macabras tramas ocorrem na Abadia dos Beneditinos, ordem religiosa imaginada pelo vulgo como um santuário de púdicos poderes e de orações, onde era prescrito para os monges uma vida de pobreza, castidade e obediência. Mas o que iremos testemunhar nesta obra é um outro panorama de torpes ilusões, em que vinganças e perseguições parecem ultrapassar o limite da vida física. Em meio a um ambiente de medo e superstição medievais, vemos brotar as mais sinistras atividades do plano extrafísico inferior por meio de invocações, aparições e obsessões, interpretadas à época por feitiçaria e rituais demoníacos. Por entre as sólidas paredes do rígido mosteiro dá-se então início a conspiração de uma organização secreta, revelando o contraste entre a aparente mansuetude cristã e as criminosas ações de seus habitantes. 
Narrado sob forma de confissão por Sanctus, monge beneditino, por conde de Mauffen (encarnação do temível imperador romano Tibério) e por Rabenau (conde que retornaria mais tarde como John Wilmot), o enredo foi ditado pelo próprio conde de Rochester à médium Vera Kryzhanovskaia, no ano de 1884, que o compilou fielmente, demonstrando que a ascensão espiritual é fruto de muito esforço no exercício do burilamento de nossas imperfeições, através de inúmeras existências, em que as tentações são causas constantes de quedas espirituais. Ao fim, resta-nos os patentes exemplos dos imperecíveis laços da reencarnação, do resgate de ódios pretéritos que enfatizam a necessidade do perdão como profilaxia mais ativa à elevação do ser humano na escala da perfeição.
Ler Rochester é como adentrar um mundo místico particular, onde a fantasia se mescla à realidade, demonstrando que mais do que se sabe é o que ainda se está por descobrir.

Análises

Tags do Produto

Use espaços para separar as Tags. E aspas simples (') para frases.